sexta-feira, 19 de maio de 2017

Comunicação x Liderança

Por Alan Fabrício

Comunicação: o coração da liderança

Introdução

Segundo dicionário Aurélio comunicação é a capacidade de trocar ou discutir idéias, de dialogar, de conversar, com vista ao bom entendimento entre as pessoas, exposição oral ou escrita sobre determinado assunto. A liderança é a capacidade de liderar, forma de dominação baseada no prestígio pessoal e aceita pelos dirigidos.
A comunicação é o pilar de toda atividade humana, sem ela nada aconteceria. Um grande número de problemas pode ser ligado à falta de comunicação; saber qual é o problema já é ter meia solução. O ato de comunicar-se não será concluído até que haja uma compreensão e aceitação da outra parte, a finalidade da comunicação é afetar o comportamento. Este ato dar-se-a através de um transmissor e um receptor. O processo de comunicação ocorre quando o emissor emite uma mensagem ao receptor, através de um meio. O receptor interpretará a mensagem que pode ter chegado até ele com algum tipo de barreira e, a partir daí, dará o feedback, completando o processo de comunicação.
A liderança consiste em conduzir grupo de pessoas, formando equipes para buscar resultados. É a habilidade de motivar e influenciar os liderados de forma ética e positiva para que contribuam de forma motivadora com objetivo da busca de bons resultados para equipe e a organização.
Segundo Chiavenato a Teoria das Relações Humanas constatou a influência da liderança sobre o comportamento das pessoas. Existem três teorias sobre a liderança. Traços da personalidade: segundo esta teoria o líder possui características marcantes de personalidade que o qualificam para a função. Estilos de liderança: esta teoria aponta três estilos de liderança: autocrática, democrática e liberal. Situações de liderança: nesta teoria o líder pode assumir diferentes padrões de liderança de acordo com a situação e para cada um dos membros da sua equipe.
O estilo de liderança autocrático trata-se do líder focado nas tarefas, adota o estilo autoritário, direto, individualista, decide sozinho não levando em consideração a opinião dos liderados. O estilo democrático, trata-se do estilo consultivo, é voltado para as pessoas e há participação dos liderados no processo decisório. E por fim o estilo liberal é aquele em que os liderados tem mais liberdade na execução dos seus projetos, indicando possivelmente uma equipe madura, auto-dirigida e que não necessita de supervisão constante, mas há um porém, pode ser indício de uma liderança negligente e fraca, onde o líder deixa passar falhas e erros sem corrigí-los.
A comunicação está no núcleo da liderança e da gestão empresarial, uma vez que consiste em um relacionamento interpessoal no qual, através do processo comunicativo, os líderes procuram influenciar pessoas a realizarem suas atividades na empresa e a se engajarem na consecução dos objetivos e metas traçados no planejamento estratégico.

Conteúdo

Conhecendo o assunto

O coração da liderança não está no mundo esotérico da estratégia é algo bem mais mundano, na realidade o que realmente os líderes fazem é comunicar, sejam através de email, anotações, notas, avaliações, enfim, um líder sempre esta se comunicando. Mesmo que passem o dia todo se comunicando eles não são treinados para isso. A comunicação esta na base de qualquer processo de execução em qualquer lugar.
A liderança está presente em todo agrupamento humano, pois este necessita para seu funcionamento, de alguém que assuma a responsabilidade pelas suas ações.
A comunicação trata-se de transformar o discurso mental em discurso verbal, o grande desafio dessa questão é fazer com que não se perca o conteúdo básico do que se quer transmitir.
É fundamental que a comunicação do líder seja feita com eficiência, pois sua missão é persuadir aqueles que estão à sua volta, é fazer com que todos sintam-se integrantes da equipe.
A comunicação deve ser encarada como uma ferramenta estratégica para exercer a liderança, isto porque, há uma natureza de relações, funcionários tendem a classificar suas lideranças como principais canais de comunicação da organização. É no líder que os liderados procuram esclarecer suas dúvidas, rumores e boatos que pairam no ambiente empresarial, é nele que as pessoas acreditam, pois o líder representa a empresa na mente dos empregados.
No momento de comunicação entre o líder e seus liderados deve haver cautela, pois a maneira como ele percebe e transmite as decisões da empresa interfere diretamente na percepção de seus liderados, podendo interferir diretamente no desempenho e nos resultados.
O papel fundamental da liderança pressupõe o exercício contínuo da ética e a moral, somente assim será conseguida coesão entre as pessoas e os objetivos propostos. A qualidade dos resultados depende diretamente do modo como as competências individuais estão conectadas e alinhadas com os objetivos estratégicos da organização. Na ausência de uma estratégia clara e concisa, talentos que geram resultados poderão atrapalhar uns aos outros, diminuindo a possibilidade de sucesso.
A comunicação deve ser objetiva, transparente e deve seguir sempre o menor caminho entre o transmissor e o receptor, quanto maior o número de intermediários, maiores serão as distorções da mensagem até o seu destino, podendo comprometer gravemente a qualidade do resultado. A comunicação é o espelho da cultura organizacional e se reflete no processo de gestão, sendo assim, se as lideranças de uma empresa não se comunicam com eficácia, a empresa certamente não se comunicará muito bem, atualmente não é difícil perceber que hoje muitos dos problemas organizacionais são oriundos da ineficácia de comunicação de suas lideranças.
Poucas organizações estão preocupadas em capacitar seus líderes para transmitir o pensamento e a ação da empresa. A comunicação é competência da liderança, cabe ao líder repassar um alto nível de informações para sua equipe fazendo com que essas informações se transformem em conhecimento gerando comprometimento e resultados.

Conhecendo seu público

A comunicação é tão imprescindível que há fatos históricos que comprovam que grandes estrategistas venceram guerras utilizando um excelente aproveitamento da comunicação em seu favor, junto a seus liderados. Ela atinge diretamente os líderes e seus liderados.
A comunicação se faz necessária em todo local, em todo momento, pois através dela que há troca de informações. Dentro de um ambiente empresarial ela atua em toda a organização independente de hierarquia.
Dentro da organização a comunicação é uma ferramenta importante, pois através dela que o líder transmite as informações a seus liderados para que sejam executadas as tarefas e cumpram os objetivos. Mas a comunicação não é só vista em um micro ambiente, ela se faz importante no macro ambiente da organização, pois através dela a empresa pode contatar clientes, fornecedores, enfim ela pode buscar inúmeras informações do ambiente externo que irá auxiliar no desenvolvimento de suas atividades.
No artigo Comunicação: o coração da liderança cita exemplos de líderes de grandes empresas em seu dia a dia, como o caso de Kevin Kelly, presidente de uma multinacional de recrutamento de altos executivos. Kelly sempre que esta no trânsito faz uma ligação, em seus intervalos liga para alguém, seu dia de trabalho se resume em comunicação.
Alastair Trivett, diretor mundial de uma empresa que realiza testes de segurança em todo tipo de produto diz que em seu dia inclui em pelo menos uma reunião com clientes. “Algumas vezes eu sento e converso com o cliente, outras eu apresento a empresa e mostro o que podemos fazer;” diz Trivett. Trivett ainda enfatiza “Se você conversa com as pessoas e mostra a elas que está interessado no que fazem, elas responderão positivamente. Quando ando pelos laboratórios faço isso por interesse genuíno”.

xxxxxx

As formas de transmissão da mensagem

Existem inúmeras maneiras de se transmitir mensagens, como citado anteriormente exemplos de líderes se comunicando em seu meio empresarial, vários exemplos foram adotados tais como, ligações telefônicas, reuniões, entrevistas, diálogos, emails. Essas formas podem ser utilizadas tanto no ambiente interno como no ambiente externo de uma organização, são utilizadas para promover a empresa para o público através da mídia.
Para se transmitir uma mensagem de forma eficaz, os comunicadores devem dominar oito segredos básicos de comunicação de liderança, são eles: esteja sempre ligado, o líder deve estar comunicando 24 horas por dia, sete dias por semana. Há também aqueles que estão fora da empresa: a mídia, os analistas financeiros, os acionistas. Ser o líder significa ter o microfone permanentemente aberto diante de si. Mesmo seu silêncio tem significado. Em épocas de incerteza o silêncio é mais “barulhenta” das mensagens. Líderes inteligentes transformam em virtude o que poderia ser um vício, Martin Sorrell, por exemplo, presidente do maior grupo de propaganda do mundo, ele é famoso pela velocidade que responde seus emails, a qualquer hora e qualquer lugar.
Outro quesito básico de comunicação e liderança é conhecer sua mensagem, pois é importante manter uma mesma mensagem ao longo do tempo, e essa é uma lição igualmente importante para os líderes corporativos. Os melhores líderes que dão muita importância e se esforçam em descobrir as prioridades de sua organização e articula-las de maneira consistente.
Um ponto básico para comunicação de liderança é destilar a mensagem, ou seja, não basta conhecer a mensagem, o líder tem que ser capaz de transmiti-la de forma concisa, comunicadores eficazes são mestres em destilação.
Pense no público: coloque-se no lugar de seu público, o discurso deve ser elaborado de forma que o público entenda, deve ser escrito de forma a atrair seu público. Como exemplo cita-se analistas financeiros não estão interessados em grandes visões sobre um mundo melhor; eles querem os números, funcionários por sua vez querem ser motivados.
Encontre seu tom, grandes comunicadores são autênticos, lideres eficazes conhecem suas forças e fraquezas, alguns falam bem para auditórios de mil pessoas, outros preferem a intimidade de uma pequena sala de aula, e há os que se destacam na comunicação um a um. O importante é que o líder escolha o meio que combina consigo e assim que seja eficiente para transmitir a mensagem que deseja.
Conte histórias, o ser humano usa as histórias para transmitir mensagens importantes praticamente desde que foi capaz de falar. Desde os primórdios, as pessoas têm usado as histórias para transmitir mensagens importantes. Comunicadores eficazes reconhecem que a comunicação deve falar a mente e ao coração.
Use símbolos, o que é dito como líder é importante, mas as pessoas julgam seus líderes pelo que eles fazem. A comunicação simbólica também pode ser mais mundana.
Fique em contato, talvez a prática mais difícil para todos os líderes seja permanecer em contato com todos seus stakeholders, tanto interna como externamente. Grandes líderes são grandes ouvintes, eles ouvem o que as pessoas têm a dizer e usam essa informação para transmitir suas decisões. Segundo Tony Blair, ex-primeiro-ministro do Reino Unido, “O mais difícil da liderança é aprender a ignorar as vozes mais altas”. A grande ironia da comunicação é que, quando você pensa que não esta se comunicando, talvez esteja transmitindo sua mais forte mensagem.

Conclusão

As empresas necessitam de um líder, alguém que defina estratégias, a liderança é uma atitude contínua que pauta os princípios de atuação. A comunicação assume uma função vital. Quando uma empresa não se comunica bem os problemas logo aparecem: funcionários desmotivados, fornecedores que perdem a confiança e clientes insatisfeitos.
Uma comunicação eficaz é fundamental para o sucesso de uma organização, pois mais que transmitir a mensagem é fundamental para a organização, que os líderes se comuniquem diária e constantemente com seus liderados e não somente em ocasiões especiais, e que principalmente as pessoas possam relacionar o comportamento do líder com seu discurso. A comunicação deve ser fortalecida durante as crises, é natural e verdadeiro, mas a eficácia é estabelecida através de uma prática constante entre líderes e liderados.
A mensagem da liderança deve refletir a cultura e os valores organizacionais, mas ela requer também um comprometimento pessoal do líder com a mensagem transmitida. O líder deve endossar a cultura, comunicando qual é o benefício para a organização e para as pessoas, em outras palavras o líder tem que fazer a ligação entre o macro cenário - o que é bom para cada um, com o micro - o que é bom para cada ouvinte.
Desta forma a comunicação caminha junto com a liderança, é mais do que o coração, é o cérebro da liderança, pois será através dela que a organização garantirá seu sucesso, desde que seja realizada de forma correta, tomando as possíveis cautelas, pois ao invés do sucesso ela trará fracasso para organização comprometendo-a em um todo.


Referencias

ALBUQUERQUE, F. A liderança como ferramenta de comunicação nas organizações. Disponível em <http://fabioalbuquerque.blogspot.com/2007/04/liderana-como-ferramenta-de-comunicao.html>. Acesso em: 22 set. 2009.

BUCHAN, V. Como fazer apresentações com segurança: guia para o sucesso no mundo dos negócios. Rio de Janeiro: Ediouro, 1995.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração: edição compacta. 2.ed. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

LOVIZZARO, M.A. Comunicação de liderança. Disponível em <http://www.rh.com.br/Portal/Comunicacao/Artigo/3467/comunicacao-de-lideranca.html>. Acesso em: 25 set. 2009.

Fonte: http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/comunicacao-x-lideranca/39096/

Comunicação na equipe influencia nos resultados

Uma boa comunicação entre todos os colaboradores de uma empresa é fundamental para o bom andamento dos negócios. Ao contrário do que muitas empresas e colaboradores possam imaginar, a comunicação vai muito além de dizer algo ou dar voz a uma ideia, mas sim fazer com que o outro lado compreenda aquilo que realmente queremos expressar, sem que haja ruídos e falhas neste processo.
Quando há uma boa comunicação entre os membros de uma equipe existe também um melhor relacionamento e uma melhor interação de todo o grupo de trabalho. Sendo assim ideias, opiniões, sugestões, teorias, são compartilhadas e desse modo podem ser aprimoradas e colocadas em prática, quando necessário. Afinal, comunicação é o segredo para ter uma equipe alinhada e motivada. E tudo isso é essencial para conquistar bons resultados em vendas.
Provavelmente, quando criança, você brincou de telefone sem fio, certo? E quase nunca o que foi dito no começo da brincadeira era dito no final? A mesma coisa acontece em empresas que não têm uma comunicação eficaz com seus colaboradores. E isso pode ocorrer tanto entre os funcionários, quanto de um líder para os funcionários.
Se todos os colaboradores falam a mesma língua e trabalham efetivamente em equipe, ainda que em áreas distintas de uma mesma empresa, todos sabem o que acontece, os possíveis problemas e as melhores soluções para resolvê-los. E com certeza, esse alinhamento vai refletir para o cliente e para os resultados.
Já pensou em trabalhar sem nunca ser informado sobre o que está acontecendo, nem de quais são os objetivos da empresa? Uma empresa em que você não tem liberdade para conversar com seus superiores ou expressar sua opinião? A comunicação é importante também para manter a equipe motivada a trabalhar e a buscar fazer sempre o melhor. E claro que a motivação ajuda nas vendas, pois uma equipe motivada vende mais e melhor. 
Uma pesquisa realizada pelo Zeno Group com 300 executivos americanos e mais de mil trabalhadores apontou que somente 19% dos gestores se sentem muito confiantes de que os profissionais de suas empresas e companhias conseguem comunicar as estratégias efetivamente e de forma eficiente para seus colaboradores. Em contrapartida um terço dos participantes mostrou-se nada confiantes com a comunicação dentro dos negócios.
Segundo dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e da ABF - Associação Brasileira de Franchising divulgada no início deste ano, hoje, uma em cada quatro franquias brasileiras está fora das capitais e das regiões metropolitanas, o que faz do interior do Estado um expressivo mercado a ser explorado por empreendedores. Por consequência, a comunicação destas empresas em crescimento não pode ser esquecida. Sejam grandes ou pequenas as equipes, é fundamental que a boa comunicação esteja presente no ambiente de trabalho.
Acredito que alguns pontos devem ser levados em consideração para uma boa comunicação, com ou entre a equipe, e que traz bons resultados para os negócios:
Conheça melhor as pessoas
Conversar corretamente, ser simpático, e se lembrar dos nomes de seus colegas também são atitudes essenciais. É necessário praticar esses gestos e sempre que possível buscar feedback com amigos e colegas para saber como você está se saindo.
Saiba escutar
Para se comunicar bem, é fundamental saber ouvir. Neste processo você pode aprender mais sobre o trabalho, conhecer novas ideias e sugestões de como conduzir os negócios.
Saiba conversar
Como dito anteriormente, comunicar-se é diferente de apenas falar. Preocupar-se em como irá transmitir uma mensagem à sua equipe ou entre seus colegas é essencial. Fique atento a sua linguagem corporal, postura e entonação.
A comunicação na equipe reflete o bem ou mal estar entre os colaboradores e isso pode se refletir nas vendas e nos resultados da empresa. Uma equipe que se comunica bem conhece melhor sua empresa e como ela funciona, desse modo, resultados positivos podem ser alcançados com mais facilidade.
 Fonte: http://www.rh.com.br/Portal/Comunicacao/Artigo/10071/comunicacao-na-equipe-influencia-nos-resultados.html

10 DICAS PARA INTERAGIR UMA EQUIPE DESMOTIVADA

1.– Conheça todos os processos (administrativos, comerciais e operacionais), “do começo ao fim e do fim para o começo” e tenha a certeza que todos conheçam também;

2.– Convoque uma reunião com a participação de todos, “do mais simples funcionários ao mais graduado”;

3.– Exponha para todos aonde ocorrem os tipos “de gargalos, dificuldades e problemas” e faça com que eles falem a vontade. 
O seu trabalho é “ouvir, ouvir e ouvir e anotar tudo”;

4.– Durante a reunião quando da apresentação dos problemas, solicite sugestões de uma ou mais pessoas das áreas envolvidas. “Você ficará surpreso, pois a maioria sabe onde está a solução e não subestime ninguém”;

5.– Aproveite a oportunidade e de acordo com as sugestões, programe: “Quem vai fazer o que e quando”? 

6.– Comece imediatamente o novo processo, “preste muito atenção aos detalhes e a participação das pessoas (tudo e todos são importantes)”, e faça o acompanhamento diário em conjunto com os envolvidos, pois sempre existirão ajustes e correções;

7.– Quando observar que a solução é a falta de estrutura (máquinas, equipamentos e outros), “participe e garanta todo o apoio, e não deixe de cumprir”;

8.– Faça com que os envolvidos estejam motivados e ativos durante a implantação do novo processo e “coordene ao máximo as vaidades dos participantes”. Sempre alguns querem impor suas vontades, que nem sempre atendem o que foi planejado;

9.– Durante o processo de implantação observe as melhorias: nos relacionamentos, na cordialidade, na interação e os resultados dos serviços juntos aos clientes;

10.– Determine a próxima reunião e que todos os envolvidos deverão apresentar os resultados obtidos e as novas tomadas de decisões e ou a manutenção do processo em andamento;

Fonte: http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/10-dicas-para-interagir-uma-equipe-desmotivada/30173/

Confira os Benefícios da Motivação no Trabalho

Por Villela da Matta 


Atualmente um tema muito recorrente é “a importância da motivação para o colaborador”, mas o que é motivação? De acordo com o dicionário Michaelis, uma pessoa motivada possui a energia psicológica ou tensão que põe em movimento o organismo humano.
A partir dessa definição e de várias outras pesquisadas, nosso time foi em busca de algumas atitudes que podem contribuir para que as pessoas possam ampliar essa energia psicológica e se tornar uma pessoa bem-sucedida e, consequentemente, feliz.
Portanto, aprecie o infográfico abaixo, que traz dicas e alguns segredos para você alcançar seus objetivos por meio da motivação no trabalho.


Conheça quais são os segredos para que fazer para desenvolver e manter a motivação
Infográfico: Conheça quais são os segredos para que fazer para desenvolver e manter a motivação – SBCoaching.com.br | Sociedade Brasileira de Coaching

Fonte: https://www.sbcoaching.com.br/blog/motivacao/infografico-motivacao-no-trabalho/

RESILIÊNCIA

São considerados resilientes as pessoas que mantém boa capacidade de recuperação após passam por dificuldades.
Por exemplo: O resiliente seria aquele que, mesmo quando perde o emprego, morre o amigo, a esposa pede o divorcio, repete na escola, ainda assim, continua sua busca por soluções ou formas de adaptação às novas realidades.
A palavra Resiliência vem do Latim: Resilire, que significa recusar, voltar atrás. Na psicologia, significa voltar ao estado anterior. Em física Resiliência se refere a capacidade que um material tem em suportar grandes impactos de temperatura e pressão, se deformar ao extremo, mas pouco a pouco conseguir se recuperar e voltar à sua forma anterior.
Ou seja, resiliência é a capacidade que um material tem de se deformar inteirinho, quase “morrer”, para então conseguir ir voltando ao que era antes e se refazer e se reconstruir. Esse termo passou por uma adaptação nas ciências humanas e hoje representa a capacidade de um ser humano de sobreviver a um trauma, a resistência do individuo , não só a resistência física, mas a visão positiva para se reconstruir.

Psicologo para tratar resilienciaAPRENDER RESILIÊNCIA PSÍQUICA?

Alguns percebem que não possuem esta característica, se abatem com questões que podem ser consideradas até simples por alguns como por exemplo não o convidaram para festa, o vizinho não cumprimentou.
Alguns gostariam de desenvolver resiliência e se perguntam: será esta uma característica desfrutada apenas para as pessoas que são naturalmente assim ou outras pessoas conseguiriam desenvolve-la?

FATORES DA RESILIÊNCIA

Administração das Emoções - habilidade em se manter sereno diante de um problema. Também se refere a capacidade de usar as pistas de forma a compreender melhor as pessoas.
Controle de Impulsos - não se deixar levar impulsivamente por uma emoção. Otimismo - crença de que as coisas podem melhorar. Está relacionado com a esperança e convicção na capacidade de controlar o próprio destino. Análise do Ambiente - capacidade de identificar as causas dos problemas, permitindo que a pessoa se coloque num lugar seguro. Se refere a capacidade de identificar quando é hora de falar e quando é hora de calar. Empatia - significa a capacidade de compreender os estados psicológicos das outras pessoas (as emoções e sentimentos) e saber como agir.
Auto Eficácia - crença de ser capaz em resolver seus problemas.
Alcançar Pessoas - capacidade de se vincular a outras pessoas, sem receios e sem medo. É a capacidade de se entrosar com a outras pessoas, construir redes de apoio.

RESILIÊNCIA EMOCIONAL

Por que certas pessoas são capazes de se levantar mesmo depois um grande trauma? Cada área têm mostrado suas explicações:
- A biologia defende o ponto de vista de que cada ser humano é dotado de um potencial genético que faz com que ele seja mais resistente que outros.
- A psicologia, vê a importância do relacionamento com a família, principalmente na infância, que vai construir a capacidade de suportar crises e suportar essas crises.
- A sociologia diz que a influência da cultura, das tradições é que é importante.
- A teologia vê a necessidade do sofrimento como fator de evolução espiritual: o “dar a outra face”.
Acredito que o mais importante é que existe um grupo de pessoas, homens, mulheres, crianças, velhos, que conseguem retomar a vida depois a morte de um filho, a perda de uma parte de seu corpo, a perda do emprego, doenças graves, físicas ou psíquicas. Será que poderíamos nos espelhar nelas?

COMO SABEMOS QUE A PESSOA NÃO FOI AFETADA PELO TRAUMA?

Um indicativo seria a manutenção da capacidade de amar, trabalhar e assumir seus direitos e deveres mesmo depois de ter acontecido algo muito ruim.
Talvez a descrença seja um indicativo da dificuldade em ser resiliente. 0 desenvolvimento da resiliência começa pelo aceitar o desafio, onde se reconhece a existência do problema e também se percebe que podem existir soluções ou formas adaptativas de lidar com novas possibilidades. Creio que embora a resiliência seja íntima e pessoal, um dos fatores de maior importância seria o apoio e o acolhimento oferecido por outras pessoas, e quem sabe também o psicólogo poderia ajudar.

RESILIÊNCIA HUMANA X COMPORTAMENTO

Quando falamos em comportamento, resiliência significa a construção de novos caminhos a partir do enfrentamento de situações muito estressantes ou traumáticas.
Há algum tempo discute-se porque algumas crianças, por exemplo, criadas por pais alcoólatras, não apresentavam problemas de comportamento ou psicológico, mas tinham uma qualidade de vida interessante, e a partir dessas pessoas, naturalmente resilientes, iniciou-se o estudo principalmente para aprender com elas, e transmitir, para quem mais precisar, as estratégias certas para se tornar também resilientes.
Em algumas situações percebemos um ciclo muito triste, a vítima tende a se tornar um agressor, passa a ser ela quem agride, e pode acabar em tentativas de suicídio, abuso de álcool ou drogas, depressão, automutilação e isolação, e outros sintomas.
Carlos Drumond de Andrade, uma vez escreveu: “A dor é inevitável. O sofrimento, opcional”. Esta lucidez do poeta, do seu modo, fala de resiliência.

SER RESILIENTE É SINÔNIMO DE FELICIDADE?

Alguns consideram que superar seria fazer o “jogo do contente”. Mas acredito que sorrir apenas para fazer as pessoas pensarem que está tudo bem não resolve o problema.
Outras pessoas são reativas. Mas algumas formas de reagir também podem não ajudar como por exemplo quando são os outros que determinam seu estado de espírito. Por exemplo: o o tratam bem, a pessoa ficará feliz, se o tratam mal, fica sofrerá. Talvez resiliência esteja relacionado a não interferência da ação do outro em nosso estado de espirito.
A Resiliência não é só um traço de caráter hereditário que você tem ou deixa de ter, pode ser uma conquista pessoal.
Acredito que podemos crescer mais justamente nos momentos de dificuldade.

PSICOLOGIA CLINICA: CADA UM TEM UM PONTO FRÁGIL QUE PRECISA DE MAIS ATENÇÃO?

Quando alguma parte da vida esta aborrecida, sem graça ou difícil de ser contornada, pode ser sinal de que precisa de dar mais atenção a essa parte ao invés de esperar ou desesperar.
Ao perceber alterações de humor, de disposição para suas atividades, aumento de tensão e diminuição da alegria de viver, talvez possa ser interessante parar e ver o que pode fazer para mudar isso. Um psicologo clínico poderá ajudar.
Referências:
Masten, A. S. (2001). Ordinary magic: resilience processes in development. American Psychologist
Paulo Yagizi Sabbag. Resiliencia - Competencia para enfrentar situações extraordinárias na sua vida profissional. Ed Campus
Resiliencia significadoEntrevista cedida para o site Abilio Diniz

RESILIÊNCIA SIGNIFICADO

COMO PODEMOS DEFINIR O QUE É SER RESILIENTE?

Resiliente é a pessoa que mesmo sofrendo revezes ainda consegue se reerguer. Mesmo que se abata diante dos obstáculos da vida o resiliente sabe procurar caminhos para voltar aos seu ponto de equilíbrio.

A RESILIÊNCIA PODE SER APRENDIDA COM O TEMPO?

A ideia de resiliência é que as pessoas ao invés de se fragilizarem diante de acontecimentos estressantes, consigam meios (mesmo que com ajuda profissional como um psicólogo por exemplo) para se fortalecerem aprendendo com cada queda como não se abater tanto na próxima vez.

QUAIS AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DE UMA PESSOA RESILIENTE?

Ele olha para frente e não para trás. Busca meios para superar. Não se incomoda em pedir ajuda mas não pretende ser super-herói.

A RESILIÊNCIA PODE SER APRIMORADA?

Acredito que para a maioria das pessoas seja possível a cada vivencia traumática adquirir um novo conhecimento.

POR QUE ALGUMAS PESSOAS CONSEGUEM SE RECOMPOR DE UM GRANDE TRAUMA ENQUANTO OUTRAS NÃO?

Elas tem uma percepção de si mesmos de pessoas mais fortes, usam todos os meios possíveis para aprender a lidar com os infortúnios. Não se incomodam tanto por não terem conseguido na primeira vez, consideram que toda tentativa é valida pois a cada uma aprendemos um pouco mais.

SER RESILIENTE É UM PASSO PARA A FELICIDADE?

Considero um componente valioso da felicidade.
RESILIÊNCIA NO TRABALHO
O ambiente de trabalho pode muitas vezes ser o local ideal para se aplicar nossa capacidade de resiliência. Momentos econômicos difíceis causam desemprego, reestruturações nas empresas, ou mesmo quando nada disso está ocorrendo novos desafios surgem a cada momento.
Fonte: http://www.marisapsicologa.com.br/resiliencia.html

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

SESC - Educação complementar


As realizações em Educação Complementar do Sesc /RS tem por finalidade contribuir para o desenvolvimento social, mobilizando e valorizando as redes educativas existentes nos municípios do RS, a fim de que seus protagonistas possam agregar e colaborar com os avanços dessas próprias instituições, possibilitando novas perspectivas socioeducativas ampliando as possibilidades para a atuação das redes dentro dos espaços educativos e não educativos formais, acadêmicos, comunidades e abrangências onde atuam.

Os principais desafios que se impõe à formação das redes de ensino e de categorias profissionais comprometidas com a qualidade, processos e resultados é o de compartilhar os saberes produzidos nas escolas, nas comunidades e nos espaços de trabalho objetivando fortalecer a sistematização dos mesmos e ampliar as possibilidades de troca qualificada que contribuam para as condições de qualidade de vida e bem-estar da comunidade.

Neste sentido, o projeto Educação Complementar integra-se em 40 diferentes comunidades onde o Sesc / RS atua (e em suas abrangências) através de quatro eixos correlacionadas:




 Fonte: https://www.sesc-rs.com.br/educacao/cursos_e_palestras.php#.WHfD2vkrLIV

Cursos de atualização e extensão para você se aperfeiçoar

Informações: 

1) Santa Casa de Porto Alegre:

Informações: 

ISCEP
Unidade de Ensino
Hospital Santa Clara - Pavilhão Cristo Redentor - 7º andar
Rua Prof. Annes Dias, 295 CEP 90020-090
Centro - Porto Alegre – RS
Telefone: (51) 3214 8363


ensino@santacasa.tche.br

2) Portal da Educação on line: 

MAIS DE 1500 CURSOS ONLINE EM DIVERSAS ÁREAS:



  •  Administração e Gestão
  •  Autores Famosos
  •  Biologia
  •  Concursos Públicos
  •  Contabilidade e Finanças
  •  Cotidiano e Bem-estar
  •  Culinária
  •  Direito
  •  Educação e Pedagogia
  •  Educação Física e Esporte
  •  ENEM e Reforço Escolar
  •  Enfermagem
  •  Engenharia e Construção
  •  Estética e Beleza
  •  Farmácia
  •  Fisioterapia
  •  Fonoaudiologia
  •  Indústria
  •  Informática
  •  Iniciação Profissional
  •  Liderança e Empreendedorismo
  •  Marketing e Vendas
  •  Medicina
  •  Medicina Alternativa
  •  Moda e Design
  •  Nutrição
  •  Odontologia
  •  Psicologia
  •  Recursos Humanos
  •  Saúde - EEP Hospital das Clínicas
  •  Telemarketing
  •  Turismo e Hotelaria
  •  Veterinária
Informações: 

https://www.portaleducacao.com.br/

3) SENAC:
Cursos Livres, de extensão, técnicos e de graduação (presencial e a distancia) nas áreas: 
Informações: 

http://www.ead.senac.br/cursos-livres/


4) Hospital Conceição: 

Cursos livres: